domingo, março 11, 2007

PETIÇÃO à AR: Clarificando - 2 Documentos

Para ler clique com o botão esquerdo do rato sobre o doc.

6 comentários:

alentejano disse...

Temos mesmo de acreditar que houve ´isenção´ na elaboração do relatório da comissão parlamentar?

Anónimo disse...

Se toda a documentação viesse á luz do sol e soubéssemos das manobras e lobbies existentes neste caso, teriamos mais um processo para tribunal.
Qual foi a conclusão da investigação do Ministério Público relativa à denúncia no ano passado de um Engº, sobre as obras do MST e Viaduto sobre a A2?
Soube-se alguma coisa?
Quem sabe?

Anónimo disse...

...só se vai saber se se estiver com atençao aos Grandes Projectos Em Curso na MargemSul.
E, compará-los com os respectivos discursos políticos.

rouxinol disse...

Vamos ter mais um elefante branco, desta vez em Almada, com espelho para se ver: o Metro do Porto!

residente disse...

Será que deixou de ser feita investigação neste país para saber o que na verdade se passa com esta obra?
Os portugueses não têm direito a saber porque se gasta tanto dinheiro adicional, desnecessário numa obra realmente contestada pela população almadense?
A CMA bem apresenta inquéritos de opinião, encomendados para os fins que deseja e, manipula notícias, para fazer passar uma mensagem de necessidade absoluta do MST, como meio de transporte público ideal para a cidade e da sua suposta eficácia, para resolver problemas que foi a própria CMA que os criou ao longo dos 30 anos da sua gestão.
Almada vai passar à história como exemplo de uma cidade a visitar no futuro, para ver erros que não devem ser feitos em termos de requalificação urbana.
Por que razão um cidadão do Corroios,Laranjeiro, Feijó ou Cova da Piedade, que queira dirigir-se a Lisboa de barco terá, quando o "futuro" chegar, de fazer um passeio turístico por Almada, quando actualmente vai directamente pela Cova da Piedade em menos tempo, também em transporte público?
Isto não será uma brincadeira?
Quem é/foi o(a) autor(a) deste "bailhinho" dado ao cidadão?

Anónimo disse...

O(A) autor(a) deve ser pessoa "?" sem vergonha na cara.