sexta-feira, março 16, 2007

Discussão Pública / Intervenções em 16JUNHO2005

Apresentamos hoje o que consta do Relatório do Gabinete do Metro Sul do Tejo, referente à Discussão Pública / Intervenções, na Apresentação Pública do estudo das alternativas ao traçado do MST no Triângulo da Ramalha, em 16/6/05 aos moradores, na Sociedade Recreativa União Pragalense, no Pragal - Almada. e não no Pavilhão do Clube Recreativo da Ramalha, como é dito na 2ª folha deste "post". Informa-se: -que o Eng. Marco Aurélio Martins é hoje o Encarregado de Missão do Gabinete do Metro Sul do Tejo, - que onde se lê Sr. Eurico Matos dever-se-á ler Sr Eurico Marques. (para ler clique com botão esquerdo do rato sobre os doc.)
Mudam-se os tempos....mudam-se opiniões e vontades.
Onde fica a ética? e o respeito pelo próprio? Isto é: a dignidade Face a perguntas feitas por autarcas e declarações aqui proferidas, pergunta-se quem são os "intelectualmente desonestos"?
É que nós moradores da R. Lopes de Mendonça fomos apelidados de "intelectualmente desonestos " por pessoas de "bem" - autarcas.

10 comentários:

alentejano disse...

Tenho de concordar com quem diz que O MST é um negócio de milhões, que tem andado aos trambolhões para cair "algum" nos bolsos de espertalhões.

residente disse...

Realmente este "negócio" tem andado aos trambolhões e grandes, devido à pseudo legalidade da CMA em recusar a cedência de terrenos.
Isso não foi mais que uma estratégia eleitoral e máscara de vítima no processo, tendo os partidos da oposição ido atrás do choro da CMA
A CMA atrasou as obras e o Estado(cidadão) é quem vai pagar as leviandades e irresponsabilidades da autarquia.
E os prometidos parques de estacionamento? Onde estão? Quem é o culpado de não estarem feitos?
Para a CMA não há dúvida que é o Estado, porque a CMA até faz parques....
Isto é demagogia a mais.
Comparem bem o interesse do Presidente da AM em obter uma resposta do Eng. M. Aurélio em face da Deliberação da AM de 10Março2004 com a recusa da Cãmara em aceitar e cumprir o Despacho da Secretária de Estado dos Transportes, porque a solução escolhida não foi a pretendida pela presidente.
Estamos perante uma Puríssima Desonestidade Intelectual e Politica destes autarcas!

Repórter disse...

Só?

zé cacilheiro disse...

O Sr. deputado municipal Ruben Raposo escreve em artigo de opinião no
“insuspeito semanário” local ”Notícias de Almada” 16 de março de 2007: “...importa referir que o Metro Sul do Tejo, obra de consenso na nossa Cidade e dos Almadenses, tem a marca genética dos Socialistas.”
Esqueceu-se o sr. Deputado do que escreveu no DN em Julho de 2002 quando era candidatio à câmara:
“ Metro do nosso descontentamento”:
“O Conselho de Ministros aprovou as bases de concessão da rede do Metro Sul do Tejo. O Conselho de Ministros acaba de prestar um mau serviço aos almadenses.
O PSD acaba de coligar-se com o PCP de Almada ao aprovar o metro do nosso descontentamento......”
Fraca memória. Esqueceu o que disse. Esqueceu a grande contestação dos almadenses e a exposição para Bruxelas. Esqueceu o problema do triângulo da Ramlha e a contestação dos moradores da lopes mendonça. Esqueceu Almada e os almadenses. Acaso já esteve em algum Fórum da câmara do MST ?
Assim o Sr deputado quer ser o quê em Almada: oposição ou uma caricatura. Tem de decidir e escolher.
Essa de obra de consenso é obra que só à Câmara lembraria.
Terá este Sr pensado?

Repórter disse...

O Sr. Ruben Raposo tem, para além do mais, uma postura de político militante. Hoje diz uma coisa, amanhã diz outra. A política bem representada na pessoa de sua excelência um deputado municipal, um ex "vereador sem pasta".
Memória curta ou interesses de oportunidade?
É caso para dizer: "tão inimigos que nós fomos e agora..."

Zé Cacilheiro, a sua intervenção foi extremamente positiva e vem lembrar os que esquecem depressa.

alentejano disse...

O quê? Como se atreve o Sr Ruben Raposo a dizer que o Metro é uma obra de consenso?
O homem passou-se para o PCP ou está a brincar com a população.

Repórter disse...

Não é preciso passar-se para o PCP para brincar com a população.
Quem não brinca com a dita cuja? Cada um à sua maneira.

Quanto ao Sr Raposo, logo que abra a época da caça, tem que se cuidar.
Além disso, como funciona tipo catavento, tem que ter cuidado com o vento.

residente disse...

Não queria acreditar no que li nestes comentários sobre o que escreveu o Deputado Municipal Ruben Raposo. Procurei o jornal e verifiquei que é mesmo verdade!
E agora,que futuro para Almada?

Anónimo disse...

Este deputado é dos socialistas ou dos desequilibristas?

Anónimo disse...

Pois é, isto de ser presidente da concelhia do PS... Para alguns o alcançar tal "posto" leva-os a desmentirem-se a si mesmos. É bem verdade que o Ruben Raposo quando foi candidato à Câmara esteve connosco nas críticas ao atravessamento do eixo central da cidade, até disse que, se fosse eleito tentaria que o contrato fosse renegociado, assinou o nosso documento das 2143 assinaturas,(das quais muitas de militantes socialistas). Aliás, até a sua assinatura foi das primeiras para ter destaque...E agora vem dizer que a obra é de consenso dos almadenses!...Consenso, quando muito, dos membros da Assembleia Municipal, que, em minha opinião foram descuidados frequentemente neste assunto, indo na conversa da D. Maria Emília...