sexta-feira, fevereiro 16, 2007

"Para onde vai o Planeamento Urbanístico? O Que vão fazer às nossas Cidades?

"A GRANDE BURLA"
"Eu continuo a pensar que a maior burla do século é quando nos roubam as nossas ilusões, as nossas crenças, os nossos ideais, o nosso romantismo. Por isso recuso-me a aceitar que a cidade há-de ser apenas o resultado de uma luta selvagem de interesses, sem solidariedade, sem ética, sem generosidade, sem limitações."
Titulo e Texto citados, extraídos de ( Opinião ) in "Urbanismo" Ano I Nº1 Outubro 98
Manuel da Costa Lobo - Prof. Catedrático do I.S.T.

4 comentários:

Luis Eme disse...

Sim senhor, informação não falta por aqui.

Parabéns.

pena que esta mobilização não se estenda pelo concelho fora...

É importante sabermos destes desmandos todos, saber o que fazem com o nosso dinheiro (que não é deles, e eles sabem isso, apesar de só o repartirem pelos amigos...).

Só não sei porque não existem comentários por aqui. Será que têm medo do "papão"?

residente disse...

Quem já assistiu às sessões do dito Forum de participação MST e outros semelhantes, sabe que é assim. Aí o poder instalado tenta com o apoio de seus funcionários e "agentes políticos" intimidar qualquer cidadão que ouse criticar o "status" ou meramente opinar.Dizem-se democratas mas não o são, não o sabem ser. Deixam escapar todos os seus instintos primários intimidatórios, a sua arrogância, o seu imperfeito sentimento que de si têm considerando-se perfeitos, que tudo que fazem é bom e bem feito,que é para bem de todos.Assim vão autoalimentando seu ego.
Não sabem o que é humildade.
Aquilo que para uns é uma virtude, o reconhcer erros, para eles é um pecado capital porque estão convencidos que nunca erram.
É mau, muito mau para Almada ser governada por gente com estas caracteristicas.
Por isso as pessoas são afastadas e afastam-se. Desistem de participar, Isso é o que eles querem, porque assim dirão que os outros não aparecem porque não querem. Eles estão abertos ao diálogo. Que diálogo.
A mim já me disseram que não teria legitimidade de intervenção porque provavelmente não era natural de Almada!
Eles e seus apoiantes vão lá sempre. Os outros faltam e então eles viram-se e vêem-se democratas de uma unanimidade domesticada.
É a refinada democracia vigiada e controlada na sombra.
Alguns até estão na dependência deles através dos subsídios ao chamado associativismo popular, por isso não podem, nem devem criticar, com receio de serem descobertos e dfa próxima retribuição não serem contemplados.
Será que há mesmo associativismo popular ou em alguns casos não serão células partidárias?
Infelizmente Almada está neste estado.
Os independentes, os criticos, os opositores onde estão?
Participar sem medos é preciso!

100smog lda. disse...

parabens pelo texto incisivo!!

residente disse...

O futuro de Almada não está no MST.Está nos cidadãos, em "acordarem" e questionarem os capatazes que estão nos Paços do Concelho e só olham para o seu umbigo, esquecendo a finalidade para que foram eleitos.
Falam muito no poder democrático autárquico, mas esquecem-se que mais importante que ser eleito é a maneira como se dispõe desse poder e se exerce o mesmo.
São eleitos para servir as populações. Não, para se servirem ou servir o partido, qualquer que seja.