domingo, setembro 30, 2007

Extractos de Acta da Assembleia Municipal de 14 de Setembro de 2005

Relacionado com o "post" anterior, divulgam-se extractos da Acta da Assembleia Municipal de Almada, realizada em 14 de Setembro de 2005.
Assim, em referência ao ponto 2. da carta publicada nesse "post", inserem-se hoje extractos nas folhas de Acta citadas, da Assembleia Municipal a saber: Fls 14, 15, 17 e 18, bem como as Fls 7 e 8, com o teor da Moção apresentada pelo Partido Socialista, referente à alteração do traçado do MST no "Triângulo da Ramalha", decidido pelo Governo através do Despacho 06.07/05SET de 22JUL2005 da Secretária de Estado dos Transportes.
clique sobre os documentos para aumentar e ler
Fls 7 e 8
Moção apresentada pelo Partido Socialista
Fls 14 e 15
Intervenção/Declaração do Deputado Municipal da CDU/PCP Bruno Dias
Fls 17 e 18
Declaração/Intervenção da Presidente da CMA
e Resultado da Votação da Moção do PS

Como se lê, quer o Deputado Municipal Bruno Dias na sua intervenção, quer a Presidente da Câmara Municipal de Almada, reconheceram que houve uma decisão de quem tinha competência para decidir e escolher uma solução.

Por que a Presidente, a CMA, assim como o Presidente da Assembleia Municipal de Almada e os Deputados da CDU/PCP dão cambalhotas, mandando à fava a ética política e os compromissos assumidos com a população e os restantes Deputados Municipais através da Deliberação da Assembleia Municipal, de 10 de Março de 2004?

Negociata e interesses escondidos em jogo?

4 comentários:

Rui Caetano disse...

Estas autarquias do nosso país, afuna, são iguais em todo o lado. Seja de que partido for!

um caparicano disse...

Memória curta a destes autarcas sem vergonha.

Anónimo disse...

diante destas declarações só me resta dizer que há autarcas com grande cara de pau.

Anónimo disse...

Em bom português e sendo mais objectivos, face aos factos aqui documentados, é bem verdade que:

Há autarcas mesmo com cara de cú...