quarta-feira, janeiro 17, 2007

R. Lopes de Mendonça - Em Esquema

Compare-se esta foto esquemática com a anterior representando o estado em que ficará a Rua Lopes de Mendonça, após a implantação do comboio MST( aqui não estão representados os postes , que irão suportar a catenária no meio da via férrea: Cor AZUL - representa o que restará aproximadamente do passeio direito anterior. Cor PRETA - corresponde à faixa de rodagem de viaturas, que é assim atirada para junto dos prédios. Como se efectuará a saída e entrada de viaturas das garagens neste lado? Cor Vermelha - corresponde ao espaço canal do comboio MST que come a totalidade da actual faixa de rodagem , mais um pouco do passeio em cada lado. Temos pois aqui uma ideia da vontade destruidora da CMA e da sua agressividade para com os os direitos dos moradores desta pacata e agradável rua, cujos passeios foram pagos por estes quando adquiriram os andares, passeios esses que a CMA agora quer retirar-lhes em nome dum futuro que vai descaracterizar a nossa Almada. Depois chama a isto requalificação urbana!

16 comentários:

Anónimo disse...

Isto é que é a Qualidade vida na Margem Sul?
Quem apoia e dá cobertura a esta qualidade de vida?

Anónimo disse...

por que não apresentam uma providencia cautelar para impedir esse marítirio?

alentejano disse...

Estas obras que acabam por não ser qualidade de vida em Potugal, em países não atrasados servem as pessoas. Aqui e especialmente em domínio da CDU constituem-se em agressões às pessoas, complicam-lhes a mobilidade e são crimes cometidos contra o bem estar do cidadão.
Futuro triste tem este concelho e com tantos cumplices.

Anónimo disse...

São tão elucidativas as 3 fotos que sugiro sejam apresentadas à comissão parlamentar de transportes da AR, e deviam também ser amplamente divulgadas junto com as "7 perguntas".
Cláudio Teixeira
Cacilhas

Anónimo disse...

Estás a gozar! Eles vão mesmo fazer isso à rua?
Não posso acreditar! Portugal no seu melhor! Bom, ..., mas vocês é que os elegeram, por isso devem gostar muito deles! Agora aturem as suas ideias "progressistas"!!! e lutem, lutem contra estes idiotas!!!

Papoila disse...

Descobri mesmo agora este blog, o qual saúdo com muita vontade de o ler desde o seu início, já que me interessa bastante a temática que aborda, sobretudo por também morar na Rua Lopes de Mendonça.

Também tenho um blog sobre estas bandas e desde já convido todos a visitar: O Lado Certo

http://oladocerto.blogspot.com

NoExit disse...

Confesso não perceber este último post. Afinal não estava tomada a decisão de o MST passar na Rua de Alvalade? Todos os meios de comunicação social o deram como certo. O próprio jornal da C.M.A dava notícia da passagem do metro pela Rua de Alvalade.
Afinal no que ficamos?

Gerdi disse...

A luta continua.
Emilia para a rua.
Isto parece a republica das bananas. Ha mais de 10 anos q o projecto é apresentado como grande obra de desenvolvimento, na altura apareceu na TV a actual presidente de Camara com o Ministro de entao Ferreira do Amaral...curiosamente, desde então, ministros foram muitos, mas a presidente da Camara é que foi sempre a mesma.
Será preciso fazer 1 desenho?
Só tenho pena de isto não ser como no Porto, onde as pessoas saem à rua para resolver os seus problemas.

Espero q continue a manter actualizado o blog para ao menos termos um ponto de referencia acerca desta questao.

residente disse...

Para NOEXIT.
Os moradores contestaram o traçado e apresentaram uma proposta alternativa que era a melhor na opinião dos tecnicos da concessionária.
De facto é isso mesmo, houve uma decisão do Governo através de um Despacho da Secretária de Estado dos Transportes em 22JUL2005.
A Assembleia Municipal e a CMA exigiram ao Governo que fixasse o novo traçado, depois de apresentar aos moradores todas as alternativas com a devida fundamentação tecnica de base para a decisão. O Governo decidiu, fixou, mas não agradou à CMA . a qual queria outra solução e tratou provavelmente de subverter as regras denocráticas, deve ter mexido os seus cordelinhos e com maquiavélicas manobras tratou de levar o governo a dizer o dito por não dito, e fazer chegar isto a um residente, com alguma cautela.
Até lhe transmitiram que a CMA ainda não tinha conhecimento da nova decisão. Está-se mesmo a ver não está ?

residente disse...

Aqui iremos dar conta de tudo sobre o Triângulo da Ramalha, embora se mantenha mais um dia com este esquema na abertura porque é muito elucidativo.
O esquema cá continuará após outras notícias.

NoExit disse...

Continuo a acreditar que não se irá concretizar esta alteração, "desprezando" o decidido pelo governo.
Ainda não foi apresentado qualquer sinal por parte da C.M.A.

residente disse...

A CMA não se quer queimar no assunto perante as populações, os almadenses, os contestatários ao comboio MST e os moradores da Rua L.Mendonça.
O certo é que nunca divulgou o Despacho da SET, apesar de ter andado a pedir decisões a tempo e horas ao governo. "Queremos decisões a tempo e horas" via-se na sua propaganda contra a "demora" do Governo em decidir.
Nunca viu isto nos outdoors?
A CMA gastou aí muito dinheiro dos munícipes!
Trabalha sempre na sombra.
Nunca assistiu a nenhum Fórum dito de Participação MST?
Observa-se aí, para quem os vai conhecendo, quanto jogo menos limpo é feito!

NoExit disse...

Não tendo certezas, penso que a CMA informou, no boletim municipal, que a linha seria construída na Rua de Alvalade.
Esta "nova" versão viria contradizer o que escreveram anteriormente.

residente disse...

De acordo com o Despacho da SET, as linhas 2 e 3 utilizam a Rua de Alvalade. No boletim municipal a presidente da câmara nunca disse isto!
No boletim de Novembro a CMA disse "Estado manda estudar Rua de Alvalade" quando o Estado através de Despacho da SET fixou o traçado do Triângulo aí.
A CMA através dos seus orgãos de propaganda pagos com o dinheiro de todos nós foi dando informações não objectivas, possíveis de várias interpretações, deturpadas, fazendo o jogo que lhe interessava procurando subverter as verdades sem o cidadão desprevenido dar por isso.
A quem interessa sabotar o cumprimento do Despacho da SET.

Almadense por convicção disse...

Amigos almadenses,

Atentem bem na largura do passeio onde se podem o ver os contentores do lixo doméstico (o paseio é virtual mas os contentores são bem reais...).

Face a tamanho disparate pergunta-se:

- Como se desloca uma mãe com o carrinho do seu bebé?
- Como se desloca um velhinho ou uma pessoa com mobilidade reduzida em cadeira de rodas?
- Como se cruzam dois simples transeuntes com chapéus de chuva abertos?
- Onde estaciona uma viatura de assistência médica para prestar assistência domiciliária a residentes idodos ou doentes? Será que a deslocação do pessoal médico ou paramédico passará a ser assegurada pelo novo meio de trnasporte?

Amigos almadenses,

Chegou a hora de exigirmos aos senhores autarcas que exerçam o seu mandato defendendo os interesses de todos. Não terão sido eleitos com esse objectivo?
No exercício dos seus mandatos não terão de exercer a vontade do povo e não a de cada um deles ou do partido que os suporta (tutela)? Não basta defenderem este ou aquele traçado ao longo do tempo ou mesmo alterá-lo a "gosto" sem discussão pública ou estudos de impacto ambiental, é preciso discutir as virtudes e os defeitos de cada uma das alternativas...
Foi isso que o Governo fez, decidindo entre cinco propostas, como os autarcas sempre exigiram.

Agora chegou a hora de sermos nós almadenses a exigirmos aos "nossos" autarcas o respeito pelos compromissos que assumiram...

Senhores autarcas, respeitem os estudos sérios que o Governo fez e que os senhores teimam em ignorar.

Afinal defendem os interesses de quem?

Do comum dos almadenses, seguramente que não...

Anónimo disse...

Será que não há meios legais de parar esta barbaridade?
Como as providências cautelares estão na moda, se calhar era uma solução.