terça-feira, setembro 16, 2008

A Materialização do Sonho da Presidente

Na segunda semana de Agosto passado, o comboio da presidente da Câmara Municipal de Almada, fez testes à destruição das ex-ruas Lopes de Mendonça e José Justino Lopes, mandadas destruir pela presidente para aí pôr a passar o seu comboio regional Cacilhas-Moita, (que anda sempre com muito poucos passageiros ou vazio), no ramal Cacilhas-Universidade.
O triangulodaramalha apresenta a imagem da entrada "triunfante" da primeira composição do referido comboio, em total apoteose e aclamação, na destruída Rua Lopes de Mendonça, hoje ex-rua, em direcção ao apeadeiro da Ramalha.

"Não há Festa como Esta"

"Por Almada em ruínas, de ramal em ramal até à destruição total".

5 comentários:

Anónimo disse...

Está na cara que a MES é muito vaidosa.
Essa foto é do Boletim Municipal. Ela não usa uma fotografia actual.

Não se mostra como é, engana os almadenses e quem não a conhece, com foto retocada.

Anónimo disse...

Trânsito na ex RLM sem quaisquer condições de segurança..

Ontem foi aberto o acesso da Av. Bento Gonçalves à ex RLM sem o piso da mesma estar concluido e sem informarem os moradores e os municipes.

E os carros já entram por ali fora a abrir...

Sem sinais de transito a funcionar, sem passadeiras concluidas e o piso do acesso da Av. Bento Gonçalves à ex RLM por concluir.

A fiscalização da Obra e da CMA anda mesmo a dormir..

Os moradores e municipes que por ali passam todos os dias correm grandes riscos de serem atropelados...

Morador ex RLM

Anónimo disse...

Continuando com o que disse o ultimo anónimo "para não falar na quantidade de pó que levanta cada carro que passa, deve ser para condizer com o deserto do outro".
na volta a Mota e Engil deve pensar que está em Africa pois é lá que estão acostumados a fazer obras, (sem ofensa para os Africanos)

moradora disse...

A Ramalha continua um estaleiro com trabalhos inacabados. De vez em quando aparecem por cá pesquisadores de fios de cobre, de condutas de água ou de manilhas de esgoto para abrirem mais uns buracos onde já fora calcetado ou tapado.
O grande número de buracos abertos augura que o MST é o buraco maior e aquele onde incompetentes andam a enterrar dinheirinho do POVO para o comboio da Maria Emília.

Anónimo disse...

Como alguém já por aqui afirmou, os GARIMPEIROS chegaram a Almada, e, pior que isso, parece que vieram para ficar...
Já cá estão há mais de trinta anos...
Quanto ao pó que levantam são o resultado das "BOAS OBRAS" que impuzeram aos almadenses.
Há falta de competência para limparem o "pó" que fizeram, resta-nos aguardar a chegada do Outono.
As enxurradas e os ventos do Outono que se aproxima hão-de encarregar-se do resto... isto porque a passagem dos carros e do comboio regional não são suficientes para "varrerem" as ruas...
Cadê os fiscais?
Tão vocionados para fazerem "VESTURIAS", são mesmos vesgos...