segunda-feira, fevereiro 18, 2008

"A Grande Obra é Servir as Pessoas"

Servir as pessoas é algo que em Almada os falsos democratas da Câmara Municipal não sabem fazer.
Servem-se das pessoas para seu próprio proveito e concretização de seus obscuros objectivos. Vêem na população simples servidores e escravos que têm de trabalhar para eles. Não gostam que as pessoas pensem. Negam o exercício da cidadania àqueles que têm ou manifestem opiniões contrárias aos seus propósitos de mando.
Não sabem viver em democracia. Aproveitam-se da Democracia para chegaram ao poder e darem asas aos seus naturais instintos ditatoriais, à sua arrogância e ao desrespeito pela dignidade humana, que falsamente dizem defender.
Para eles povo é só para trabalhar e os sustentar.
Povo e cidadão não podem pensar, ter opinião diferente, analisar os factos, as ocorrências e emitir opinião.
Julgam-se serem "deuses" ao serviço das populações.
A perfeição mora na morada deles
Coitados, são fracos politicamente.
Julgam que terem maioria absoluta com base em 20% dos eleitores inscritos lhes dá o direito de fazerem tudo o que querem.
Acham que ser cidadão e manifestar civismo, exercer cidadania, começa e acaba nas urnas.
Acham que o cidadaão não deve fazer política, exactamente porque ignoram que cidadão tem dignidade e deve intervir na sociedade e comunidades em que se insere.
Não sabem sequer o que é política. É esta a realidade.
Sempre que cidadão intervem seja no que for está a fazer política, mas essa gente não sabe que é assim mesmo. Para eles, para fazer fazer política é preciso estar filiado num partido político. "Pobrezinhos"e limitados...aqueles que assim pensam
É isto que é muito simples e eles não entendem.
Por isso são o que são.
Valem o que Valem e resguardam-se para machucar e explorar os cidadãos, desmotivando-os a terem opinião e participarem livremente na gestão da coisa pública.
Esquecem-se que é o cidadão que lhes paga os ordenados.
Esquecem-se que foram eleitos para cuidarem do que é nosso e não para governarem contra as populações, para outros fins ou ambições pessoais.

36 comentários:

Anónimo disse...

Todos os eleitos com poderes executivos deviam ler o texto anterior que nos questiona sobre o caminho que queremos continuar ou não a percorrer. Vou ler o texto outra vez porque gostei das reflexões feitas e que vou relacionar com os comentários do post anterior que trazem a lume preocupações sérias sobre a qualidade da gestão concelhia. Os residentes na Rua Lopes Mendonça, Justino Lopes estão em luta e conseguiram converter a sua derrota numa lota pela democracia participativa que não conseguiram nos foruns e nas reuniões com moradores. Gente corajosa.Desculpem não me identificar mas é mais cómodo assim.

Anónimo disse...

Alguem me pode explicar quais as alterações ou soluções mitigadoras que foram introduzidas para diminuir o efeito nefasto da passagem do metro nas ruas Justino Lotes e Lopes Mendonça ?
Então antes ainda conseguia ser pior ?

Anónimo disse...

nem imaginam o que tal gente queria fazer naquelas ruas e em parte vai fazer.

Anónimo disse...

Imagino que fosse algo muito pior, e até sei que graças á intervenção dos nossos voluntarios vizinhos se conseguiu que fosse menos mau.
Só que ainda ninguém explicou do que é que se está a falar.
Gostava de ser esclarecido.
Obrigado

Anónimo disse...

Os nossos vizinhos são tão queridinhos.
Ninguem percebe o que eles fizeram de bem por nós. Eles também não explicam , mas dizem que fizeram muito bem.
A gente acredita. Obrigadinho

Anónimo disse...

Tem vizinho que é "cego"...

Então não sabe que os seus vizinhos apresentaram uma solução alternativa para o traçado do M.S.T. no designado Triângulo da Ramalha?

Não sabe que a solução apresentada pelos seus queridinhos vizinhos, como tão carinhosamente os trata,depois de estudada pelo Governo, viu confirmada a sua qualidade sendo classificada como a melhor entre as cinco comparadas, tendo assim vencido, quer a proposta inicial contratada, quer a proposta da Maria Emília, a que colocava um dos lados do triângulo na Rua do Clube Recreativo da Ramalha, recordam-se?

Não seja brincalhão, informe-se, lendo o conteúdo deste blog, de pricípio a fim. Caso contrário são os outros que lhe estão a "fazer a cabeça", isto é, está a pensar com a cabeça dos outros (dos camaradas)e vai morrer na ignorância...

Bem tarde, esperamos nós, para sofrer na pele todas as "vantagens" do M.S.T. na sua rua...

Anónimo disse...

Este anónimo vem com conversa de treta. Desconhece ou quer ignorar que os moradores, os seus tais "queridinhos" vizinhos andam nisto desde 2003.
O que andou ele ou ela a fazer desde então se é que reside naquelas ruas.
Sentou-se à espera a ver os outros trabalhar?
Morando ou não na rua seria melhor ficar calado a deixar sair tais alarvidades, neste momento do campeonato de vencedores onde certamente este ou esta dito/dita vizinho/vizinha se inclue.
Os meus parabéns aos moradores, porque não sendo morador dessas ruas conheço o trabalho digno que seus "supostos" vizinhos fizeram.
Você provavelmente nem é vizinho, mas sim um provocador dos tais que jogam em casa com a Câmara de Almada.

Anónimo disse...

Se bem entendo, o que se ganhou foi que o metro deixou de passar na Rua do Clube Recreativo da Ramalha e passou para a Rua de Alvalade. É isso ? Graças ás propostas dos vizinhos. Mas manteve-se na Justino Lopes e Lopes de Mendonça. É isso ?

Anónimo disse...

Entendeu bem.

Salienta-se, no entanto, que na proposta apresentada pelos moradores o Triângulo da Ramalha, todo ele (os três lados), era construído na zona do monumento ao trbalho, isto é, numa zona verde e "livre de moradores"...

Com esta proposta, não ficariam "assassinadas" as ruas de Lopes de Mendonça e de José Justino Lopes, pois aquilo que estão agora a fazer é um verdadeiro atentado aos mais elementare direitos dos cidadãos...

Todas estas explicações constam nos diversos post deste blog...

Aproveite a oportunidade para os ler... Ficará melhor esclarecido.

Se quiser, atente bem na imagem usada pelo Residente, ampliando-a. Mostra bem o traçado proposto....

Anónimo disse...

Obrigado pela explicação.
Onde posso encontrar essa imagem ? Qual a data do artigo no blog ?

Anónimo disse...

Caro anónimo,

Para poder avaliar o traçado proposto pelos moradores poderá, por exemplo, consultar o histórico do mês de Novembro de 2007.

Post colocado no dia 15 de Novembro de 2007, subordinado ao título "Dois triângulos em contraponto".

Neste Post, para além de mostrar o traçado desnecessário das ruas Lopes de Mendonça e de José Justino Lopes (traço azul na figura) pretendeu-se comparar o que fizeram os nossos antepassados com o que estão a fazer os nossos contemporâneos...

Continuamos disponíveis para quaisquer esclarimentos complementares...

Tal como no anúncio, o blog (este) não engana...

NUNCA AQUI FOI DESMENTIDO O TEOR DE QUALQUER INFORMAÇÃO OU ARTIGO.

Ponto Verde disse...

No prós e contras consideraram a esta forma de impôr, "Democracia participativa" e venderam-nos que na "margem Sul era exemplar..."

Anónimo disse...

Hoje, 21 de Fev. 5ª. feira,às 21h há Assembleia Municipal no Charnequence. Amanhã continua no mesmo local e à mesma hora. Se tem algo a dizer tem a palavra antes da ordem do dia logo no início.
Hermínio

Anónimo disse...

Parabens á Srª Presidente da CMA pela capacidade demonstrada em avaliar friamente as hipoteses colocadas e as propostas dos cidadãos, tendo melhorado a solução inicial sem ceder a pressões que vieram de todos os lados.

Anónimo disse...

Este tretas, para desestabilizar, continua a dar parabéns a quem é dura que nem uma pedra e tapadinha, masnão do estádio, e só vislumbra os seus interesses pessoais.

Anónimo disse...

Então vocês desestabilizam-se assim, tão facilmente. Assim não vão longe.
Alias já chegaram onde tinham de chegar. E com muito bons resultados. A politica não é para todos. É necessário no mínimo ter uma inteligência acima da média.

Anónimo disse...

Exactamente...
Inteligência "acima da média" é o que não tem faltado aos nossos políticos...
A maioria deles, depois do 25 de Abril, até "arranjou" maneira de se reformar com oito anos de árduos serviços... É obra, um verdadeiro "exercício de inteligência"...
Inteligência "acima da média" também terão a maioria dos cidadãos que estão a "estagiar" em Alcoentre, Vale de Judeus, etc. etc... São os estudos que o comprovam...
A política não é para todos...
Os estabelecimentos prisionais também não...
Os cidadãos pagadores de impostos estão fartos de lidar com os políticos que, no mínimo, têm uma inteligência acima da média, os autarcas de Almada incluídos...

Anónimo disse...

Os autarcas da CMA mostraram a sua inteligência quando não cumpriram aquilo que tinham prometido aos almadenses e moradores da Ramalha sobre o traçado do MST.
Era inteligência envernizada e o dito estalou.

caparicano

Anónimo disse...

Então acham que eles ( alguns políticos ) devem ir dentro ?
Se conhecem factos ilictos criminais é vosso dever e obrigação de cidadão participá-lo ao Ministério Público sob pena de poderem incorrer igualmente em ilícito.
Já tomaram alguma iniciativa nesse sentido ?
Se o não fizerem é apenas porque estão interessados na difamação irresponsável porque anónima e não passam de uns garotos repugnantes.

Anónimo disse...

Caros senhores sugiro que se deixem de tretas e discussões estereis.
O que realmente importa é o seguinte:

Qual o planeamento da obra que se iniciou e estagnou nas Ruas Justino Lopes e Lopes de Mendonça ?

Porque existem frentes de obra paradas ?

Quem fiscaliza o planeamento a qualidade e os custos ?

Será que os empreiteiros estão deixados á "redea solta " ?

Qual o projecto de arranjos exteriores final ?

Quando acaba a obra e finalmente vai passar o eléctrico nas novas linhas ?

Alguém dos muito activos moradores já se preocupou com isto ?

Por favor não me respondam o que é que eu já fiz. Respondo sem complexos muito pouco ... ou nada. Por quê ? Trabalho 14 horas por dia . Pago por isso impostos que dão para que o Governo, CMA etc esbanjem, e que dão também para que outros cidadãos tenham tempo disponível que espero aproveitem em defesa de todos.
O que posso fazer ? O que estou a fazer a dizer-vos usem melhor o tempo de que disponhem.

Deixem-se de tretas e se têm tempo disponível como se tem demonstrado usem-no de forma melhor que o que têm feito .
Quando falam dos interesses dos contribuintes, tenham noção das realidades. Voçês sabem lá o que é pagar impostos para sustentar politicos incompetentes, cidadãos improdutivos e outros parasitas .

Anónimo disse...

Ainda bem que existe um cidadão que sabe o que é pagar impostos e por sorte até reside na Ramalha.
Todos os outros residentes ou não na ramalha não sabem o que é pagar impostos. Por aqui se vê o porquê do atraso das obras e porque o país está atrasado.
Salva-se alguém com consciência de cidadania porque trabalha e paga impostos!

Zacarias

Anónimo disse...

Pelo que entendo o Sr. Zacarias tem consciencia que existem muitos que nem trabalham nem pagam impostos, ou ambas as coisas.
Eu até acho que na Ramalha existem muitos desses, já que existe tanto tempo disponível para travar batalhas políticas inúteis e até para andarem a difamar os politicos que ao fim e ao cabo são tão incompetentes e parasitas como eles próprios.
E é por isso que as obras estão atrasadas . Porque este é um país de incompetentes dentro e fora do poder, todos eles sustentados por uns quantos que trabalham e que por isso têm de pagar. Não se esquecam que vivemos há mais de três decadas em socialismo.
O que os activistas cá da rua querem mesmo é substituir os "comunas" no "poleiro".
São todos o mesmo monte de esterco.

António Manuel disse...

"O que os activistas cá da rua querem mesmo é substituir os "comunas" no "poleiro".

Com esta explicação de vossa excelência esta explicado o objectivo do blog...Assim ficámos todos a saber o que exactamente vos move...

Ah...só mais uma nota...verifico que todos os comentários, coincidência ou não são anónimos. Isso tem um nome - cobardia. É mais fácil fazer-se o insulto fácil e grosseiro na capa escondida, tal e qual os bufos da pide de antes do 25 de abril.

Anónimo disse...

O António Manuel tem um nome.
Quer dizer que não é cobarde.
GRANDE António Manuel .... o que dizes é mais inteligente e verdadeiro porque és o ANTÓNIO MANUEL.
Quando for grande quero ser como tu ... Ou se não for possível, pelo menos quero ser como o steve ou o zacarias, ou o eurico ou eté mesmo como o viana. Posso só escrever merda, mas... foda-se ....não quero é ser chamado de cobarde. Grande António Manuel tu tens colhões porque tens um nome.

Anónimo disse...

Vão todos pro caralho.
O eurico até queria que isto tivesse nivel. Mas vejam no que isto deu. Eu até acho que a culpa também é dele que não escreve palavrões, mas só escreve merda, o que mostra que é um débil mental.
Ele é um chuchialista de merda que é pior que os cabrões dos comunas.

Anónimo disse...

Tenham cuidado com o que escrevem.
Vejam como o Eurico é cuidadoso. Só diz e escreve disparates mas nunca o vi escrever um palavrão.
Pode não ser muito inteligente, mas pelo menos é educado. e isso conta muito na hora de recolher votos.

Anónimo disse...

Eu acho que este blog já deu o que tinha a dar.
É tudo uma cambada de parvalhões, atrasados mentais e euricos.
Também me parece que há uns comunas infiltrados. E .... quem sabe uns pides que são uns gajos nojentos que se não fossem de direita até eram comunas.

Anónimo disse...

Meus caros vizinhos, anónimos ou não...
Um pouco de nível na escrita não vos faria mal nenhum...
Com comentários como os anteriores a Maria Emília e os seus acólitos (camaradas ou fiéis) divertem-se. Com efeito, os políticos, para além de terem "uma inteligência acima da média" como já aqui foi referido em comentários anteriores, sabem tirar partido das fraquesas daqueles que "governam", dominando-os...
O facto de terem optado por um traçado "diferente" do MST no Triângulo da Ramalha, só serviu, para além de espezinhar os moradores (vingança pura), para encher os bolsos (cofres) de umas quantas empresas...
Estas empresas não costumam ser ingratas, pois precisam de Presidentes, Administradores, etc. lugares que, frequentemente, são ocupados por políticos sem ocupação de rectaguarda, isto é, por mercenários da política, tal como afirmou o prof. Marcelo rebelo de Sousa...
Quanto ao Blog em si, acreditem, ainda tem muito para dar...
Quanto mais não seja para provar aos Moradores afectados (infelizmente divididos), aos políticos locais, aos políticos nacionais e a outras entidades que este País parece não querer funcionar...
A nós, os habitantes "trucidados" pelo MST e pelos mais altos interesses do capitalismo, agora representados pela maioria comunista no poder autárquico em Almada, ainda nos restam muitos argumentos, nomeadamente o direito de nos pronunciarmos contra aquilo que nos incomoda.

Lembrem-se disto, embora não pareça, por enquanto ainda vivemos numa democracia...

Anónimo disse...

Noticias de hoje
A CMA está preocupada com a desvalorização dos imoveis devido às linhas de AT....Não se preocupou, não se preocupa com os moradores do Triângulo da Ramalha que ficam com o comboio a 3 ou 4 metros das residências

Anónimo disse...

Noticias de hoje
Que se alegrem aqueles que queriam enviar os seus dejectos para tubagens de esgoto novinhas em folha. Eles queriam que os esgotos actuais fossem substituidos e por isso, e porque sabem muito de redes públicas para além obviamente de saberem muito de traçados de redes de transportes, queriam ficar sem "cagar" durante uns dias.
Pois fiquem a saber como se faz. Cria-se uma nova rede, reencaminham-se os ramais da rede antiga para a nova e a antiga fica desactivada.
E assim, os distintos moradores ficam com as suas diarreias mentais e intestinais asseguradas sem interrupção.
Aprendam lá mais esta.

Anónimo disse...

Já agora. Alguem sabe onde se liga a luz dos candeeiros cá da Rua ?

Anónimo disse...

Mais notícias,
A Assembleia Municipal, em situações anteriores, já tomou atitudes idênticas, isto é, também decidiu não ceder os terrenos do domínio público municipal para um investidor privado estabelecer as linhas de caminho de ferro do MST, supostamente na defesa dos legítimos interesses dos moradores...
Não passou de um verdadeiro "foguetório"...
Hoje, como ontem, o que a C.M.A. quer é "negociar"... Primeiro assume uma atitude de "força", depois aceita umas contrapartidas, e no final está tudo bem...
Lembra o estilo das torres da Margueira, ou são como a C.M.A. quer, ou a C.M.A. recusa o fornecimento de água... Isto é que é falar...
Isto é que é uma "democracia participativa"...
Não foi a C.M.A., há muitos anos atrás, no tempo do presidente Vieira, que "negociou" os terrenos onde a REN está a construir agora as instalações destinadas ao abastecimento do concelho de Almada?
Tudo vai com "contrapartidas"...
O cidadão que se lixe...
Linhas de metro, ou linhas de linhas de Alta Tensão, vota-se contra na Assembleia Municipal (por unanimidade ou não, mas sempre por maioria absoluta...), aceitam-se depois em negociagões de gabinete que em tudo contrariam as decisões pública e formalmente assumidas na Assembleia Municipal...
Fixe, assim é que é...

Anónimo disse...

Já agora. Alguém sabe as medidas que a C.M.A. tomou para acautelar a mobilidade dos vários cidadãos idosos que habitam nas ruas de Lopes de Mendonça e de José Justino Lopes?
Isto não é uma cidade para velhos...
Temos de os "jogar" todos no "velhão", recordam-se? Só estorvam a nossa sociedade de progresso e de consumo.
E quanto aos deficientes?
Já fizeram algo para assegurar ou melhorar a sua mobilidade?
Já os responsáveis autárquicos pela mobilidade experimentaram ajudar um qualquer cidadão com mobilidade reduzida, em cadeira de rodas, a transpor o mais simples obstáculo?
Como acedem às suas casas os cidadãos idosos e deficientes da Rua Lopes de Mendonça, quando, por qualquer dos lados que se desloquem, encontram sempre escadas que impossibilitam ou dificultam os seus movimentos?
Assim não.
E para os demais cidadãos, onde estão os estacionamentos? Será que têm alguns lugares reservados no parque da estação do Pragal, dos quais podem regressar para suas casas de metro e com os sacos das compras às costas? Aqui está uma boa solução... Rendibilizam o investimento aumentando significativamente a quantidade de passageiros e fazem ginástica orçamental e física melhorando a sua saúde...
Vivam os investidores.

pinto soares disse...

os comunas simpatizantes da Câmara de Almada e da sua senhora imaculada e também a corte e seu séquito irritam-se com as denúncias feitas neste blog dos moradores da Ramalha.
As ambições totalitárias pelo poder levam-nos a dizerem muitos disparates no desejo de desestabilizarem quem, aqui com comentários, os critica.
Deveriam ser educados e correctos no que dizem, mas como não sabem sair da leviandade e "mediocrice" verbal, mostram a sua verdadeira personalidade em profundo desnorte.

Anónimo disse...

O que os comunas querem mesmo é desvalorizar a qualidade de vida dos cidadãos de Almada para nivelar por baixo.
Assim garantem a desvalorização imobiliaria e o advento dos extratos sociais que mais lhes convém em termos eleitorais.
Também é por isso que trazem bairros sociais para o concelho e também é por isso que gostam de pôr os grandes grupos económicos a dominar o comercio em Almada com prejuizo dos pequenos comerciantes.
O que é preciso é haver aqui pobres assalariados em vez de comerciantes prosperos.
Ai é verdade os reformados também é bom.
Todos eles são mais frágeis intelectual e economicamente, logo mais propensos a votar nesses patifes dos comunas. Vamos acabar com os Comunas.
Temos que nos livrar deles mas com os CHUCHILISTAS Não nos safamos.

residente disse...

Voltaram a aparecer por aqui alguns/algumas comentadores(as) recorrendo a tácticas menos dignas na tentativa de desestabilizar e denegrir, para fazer passar a mensagem da boa obra da CMA.
Já os conhecemos. Por isso não embarcamos nos seus golpes sujos. Usam tácticas já denunciadas por ex-militantes comunistas em alguns livros o que revela que em nada evoluiram e que são fiéis extremosos da ortodoxia e orientação partidária. Deixam-se conduzir por outros ou por meros interesses pessoais, dizendo sempre sim às chefias. Dobram-se a qualquer custo para servirem a doutrina e a ambição totalitária.
Os termos que usam revelam a sua fraca personalidade e um carácter menos digno para o comum dos mortais.
Não sabem discutir ideias.Gostam de impôr as suas e a sua ideologia.
Representam o papel já muito visto que lhes atribuiram.