quinta-feira, janeiro 10, 2008

Dia de Aniversário

Foi há um ano que este Blog nasceu, para revelar os “enredos do MST” no Triãngulo da Ramalha, em Almada. As razões que o determinaram subsistem nesta Almada subjugada a um poder autárquico ditatorial, que em alguns aspectos ultrapassa aquilo que as mesmas pessoas auto-intituladas donas de Almada, apontavam como defeitos do salazarismo. O tempo, não o futuro dito da presidente da Câmara Municipal de Almada sobre o “seu” MST, e a realidade sobre este comboio da desconfiguração urbana de Almada, deram-nos razão acerca dos nossos receios quanto ao futuro de Almada e ao traçado do MST na Ramalha, nas mãos de quem se diz democrata mas actua ditatorialmente, e de quem assume publicamente compromissos, que depois renega e mente.
Estes prédios na Ramalha deixaram de ter nº de Rua para passarem a ter nº de Ferrovia
Para comemorar e recordar esse dia, deixamos a postagem com que o iniciámos, bem como o comentário de então de um anónimo: «Inicia-se hoje esta página sobre um exercício de cidadania levado a efeito na cidade de Almada, por um grupo de cidadãos residentes na Ramalha e posteriormente apoiado por muitos almadenses e cidadãos deste país, que não ficaram indiferentes à prepotência municipal "do quero posso e mando" instalada há 31 anos neste concelho, materializada de forma escandalosa naquilo que designaram Projecto Metropolitano Ligeiro da Margem Sul do Tejo, mais conhecido por MST, implantado sem a devida atenção pelas críticas dos almadenses, as naturais vítimas, ao seu traçado e inserção à superfície ao longo do principal e único eixo viário da cidade». publicada por residente 1/10/2007 01:52:00 PM
Anónimo disse... «olá, desejo os maiores sucessos com este blog e que com ele se consiga iniciar um movimento sério e credível contra o poder instalado em Almada que raia um prepotismo e autoritarismo tal só igualado pelo salazarismo. As perseguições a quem se opõe são uma constante. Ai de quem precise de algum modo de recorrer à Cãmara e tenha dito o que quer que seja contra a presidente ou o seu trabalho.houve lojas que fecharam por dizer mal do executivo camarário, do seu mau trabalho, do compadrio existente, do peditório humilhante, da subserviência de alguns e até de terem apoiado a oposição». Janeiro 11, 2007 12:56 PM
Esta CMA critica o poder e os poderosos grupos económicos que exploram a classe operária, mas quando capitalisticamente lhe convém, é capaz de fazer “joint-ventures” com os “diabos“ para aí ver um campo de colheita, mesmo sacrificando os cidadãos. Demonstrámos através de documentos as nossas posições e o acolhimento que tiveram junto de diversas entidades e organismos da nossa democracia representativa. Só não esperavamos que estes autarcas fossem tão mentirosos e indignos dos lugares que ocupam por eleição democrática. Apercebemo-nos de algumas manobras e denunciámos jogos de bastidores. De facto, há alguma coisa sem a qual nenhum ser humano pode viver na actual sociedade dita civilizada e desenvolvida que não têm cor. Uma face perversa da Presidente da Câmara ficou conhecida. O interesse despertado por este blog e o assunto tratado está reflectido nas 15723 visitas ao longo de um ano e nos comentários de apoio que os moradores receberam. Estaremos pois, neste local a divulgar tudo o que estiver ao nosso alcance para continuar a desmascarar a falsa maneira de estar, de algumas pessoas, no exercício do mandato democrático nos órgãos autárquicos em Almada, onde os eleitos se servem dos munícipes e do concelho, quando deveriam estar aos serviço do concelho e dos munícipes. O nosso obrigado

2 comentários:

um alentejano disse...

Sem este blog nunca conheceriamos algumas trapalhadas e trapaças que envolvem este projecto e negócio de milhões.

Anónimo disse...

Um grande bem haja ao autor do blog.

Com a informação aqui divulgada, sempre documentada de forma exacta e irrepreensível (com os documentos do próprio Governo, ou produzidos por entidades terceiras a pedido deste e pagas do erário público...), foi possível ao longo do ano que passou dar a conhecer a todos os almadenses em partcular e a todos os portugueses em geral nos quatro cantos do mundo, como funciona a "demo-cracia" em Almada.

Isto corresponde exactamente ao que qualquer poder local eleito democraticamente nunca deve fazer.

Acima de tudo estão os interesses dos cidadãos...

Isto em Almada há muitos, muitos anos que não se verifica.

Estamos em presença de um regime que corresponde a uma verdadeira "DINASTIA" do partido...

Já "mandaram" os pais (ou mães), agora "mandam" os filhos, e qualquer dia, se os Almadenses não acordarem, mandarão os netos... a terceira geração já começa a despontar.

Basta de ditadura...

Respeitem os Almadenses que vos elegeram e os demais portugueses que vos sustentam de há mais de trinta anos a esta parte...

Por favor, saiam de Almada e vão gozar a vossa "justa" reforma de políticos, conseguida ao fim de dois mandatos...(duas legislaturas, isto é, oito anos de "sacrifícios".).

Nós ficaremos por cá a trabalhar até ao sessenta e cinco anos, isto independentemente de termos começado trabalhar aos dez, doze ou quinze anos de idade...

Não se preocupem que nós (o povo, que tanto dizem defender...) estamos bem informados e os políticos actuais, preocupados com tantos desmandos (embora tenham muitos reformados no "regime" a que nos referimos anteriormente no seu seio...) fizeram o favor de reconhecer as carreiras longas, e alguns até se podem reformar aos sessenta e três anos de idade...

Tenham dó do Zé povinho...

Não lhe batam mais.

Mais uma vez, um bem haja ao autor do blog.

Bem o merece.