sábado, julho 28, 2007

Imagens Reveladoras Em Confronto

Quatro imagens sobre o Triângulo da Ramalha do MST, que desmascaram quem anda a mentir e quer enganar os moradores e a população almadense, esquecendo a decisão de 22 de Julho de 2005 da Secretária de Estado dos Transportes.
IMAGEM 1 A Solução inicial, (Solução 1) que a Câmara Municipal de Almada pretendia impor aos moradores, deixando 4 prédios no interior do Triângulo.
Imagem 1
IMAGEM 2
A Solução dos moradores (Solução 5) aprovada pela Secretária de Estado dos Transportes.
Comparando o cateto do triângulo a amarelo com o da imagem anterior, na mesma côr, verifica-se que têm dimensão idêntica.
É neste cateto que o Eng. Marco Aurélio para apoiar a CMA, fundamenta os seus falsos critérios, de fluidez rodoviária, para não cumprir o Despacho da Secretária de Estado dos Transportes.
Na Solução inicial (Imagem anterior) esta mesma distância não era perturbadora do trânsito na Avenida Bento Gonçalves. Agora para o Sr. engenheiro, na solução dos moradores, passa a ser !
O Sr. Eng. revela assim a "coerência" dos seus critérios muito pessoais.
Imagem 2
IMAGEM 3
A Solução dos moradores, adicionada da linha 3 ( azul ) colocada na R. Lopes de Mendonça.
Vê-se nitidamente o desperdício de dinheiro para construir o troço de linha a azul, em substituição da curva (rosa), mais abaixo, uma vez que a linha 3 utilizaria os carris construídos para a linha que vai para Corroios (linha 1) ao longo da Av. Bento Gonçalves, curvando depois à direita para a R. de Alvalade onde utiizaria os carris da linha 2, que vem de Corroios para Estação do comboio no Pragal, a verde, implantados nesta rua, para seguir depois em direcção à Universidade.

Imagem 3

IMAGEM 4 A Solução (Solução 2) que a Câmara Municipal de Almada pretendia, mas a Secretária de Estado não aceitou por ser mais cara, de maior impacte ambiental e de maiores prejuízos para os moradores.

Repare-se que esta pretensão da CMA mantinha a Linha 3 na R. Lopes de Mendonça.
Imagem 4

Conclusão: 1-A Câmara Municipal de Almada não quer uma Solução que seja menos prejudicial aos moradores, que tenha menor impacte ambiental e que seja mais económica. 2- A Câmara Municipal de Almada pretende uma Solução que mantenha a linha 3 na R. Lopes de Mendonça, mesmo que seja mais cara, mais prejudicial aos moradores e de maior impacte ambiental.

Esta é também a opinião/Solução que o Eng. Marco Aurélio incompreensivelmente agora defende, quando Engenheiros da Concessionária nos disseram, como a autarcas almadenses, que a nossa solução era a melhor e perfeitamente viável.
O Eng. Marco Aurélio mudou, (alguns tempo depois de 16JUN2005, data da apresentação pública do Estudo das soluções alternativas) de opinião, contra os factos e evidências dos estudos feitos, que levaram a Secretária de Estado dos Transportes a decidir pela melhor Solução - em 22 de Julho de 2005 - a dos moradores (Solução 5).

5 comentários:

O Micróbio II disse...

Nunca pensei que a CM de Almada fosse exemplar... e a julgar pela "porcaria" que fizeram na Aroeira (sítio onde tenho uma casa)...

Anónimo disse...

http://www.rostos.pt/paginas/inicio2.asp?cronica=21608&mostra=2

Anónimo disse...

http://sado2000.pt/noticia.php?codigo=46AE1C46742EF

Anónimo disse...

http://www.setubalnarede.pt/content/index.php?action=articlesDetailFo&rec=9586

Joao disse...

Será que ainda ninguém percebeu que esta problemática toda teve a ver com um dos monumentos ao comunismo em Almada, "as mãozinhas", com a linha 3 a passar pela Rua de Alvalade, estas tinham que ser retiradas...Tal como nunca foi pensada a ligação ao HGO porque a Sociedade ReccreativaUniãoPragalense, outro bastião do comunismo Almadense (construção ilegal de há muitas décadas) teria que ser em parte demolida... Dá que pensar não dá!?
JSNM