terça-feira, julho 03, 2007

" Trabalho " de Autarcas - Um Comentário

(clique sobre a imagem para aumentar)
Publica-se hoje e aqui, pelo seu significado e importância um comentário inserido por um cidadão anónimo no "Post" do dia 29 de Junho de 2006, a propósito da intervenção do morador António Correia na Assembleia Municipal de 28-06-2007 .
Será que os autarcas vão reflectir sobre o indigno trabalho que estão a fazer? Anónimo disse...
"Tal como já aqui afirmei anteriormente, a pouca vergonha continua...Agora vou inverter um pouco a questão que então coloquei e pergunto:
Por acaso os tão competentes e zelosos autarcas de Almada autorizaram os trabalhos de sondagens (valas transversais) que foram feitos nos passeios da Rua de José Justino Lopes?O Sr. Vereador José Gonçalves e os demais serviços competentes da CMA já se interrogaram sobre qual a sua utilidade?
Evidentemente que A CMA, com a sua falta de ética habitual, continua, com os seus desmandos, a exigir ao Governo que o comboio VVV (Vai e Vem Vazio) passe por esta rua, isto depois de devassar a Rua de Lopes de Mendonça e o Largo da centenária Capela de S. João da Ramalha)...Até o padroeiro de Almada ficará escandalizado com as atrocidades que estes iluminados autarcas Lhe pretendem fazer devassando a sua tão humilde e mal tratada "Capela" onde pernoita uma vez por ano... pese embora o facto da CMA ter "doado" tal monumento à Fundação Padre Ricardo Gameiro... alijando, assim, as suas responsabilidades em matéria de conservação do património histórico da cidade...
Afinal, se assim for (e esperamos sinceramente que não), nos próximos anos, os devotos do padroeiro da cidade até podem ir de metro e oferecer uma simples moeda para a reconstrução de tão abandonado monumento (com esmolas e subsídios vai ser mais fácil)… Em democracia estes assuntos das obras que se destinam a servir os cidadãos não têm que ser discutidos publicamente?
Afinal o que foram fazer os moradores da Ramalha à sessão do Pragalense bem documentada num anterior ( a fotografia não engana...)?
Das duas uma...
Ou quem estava na mesa fez deles palhaços, ou foram ver os palhaços que estavam na mesa…
É ou não verdade que o Estado (PESSOA DE BEM), das soluções então apresentadas publicamente, para a resolução do denominado Triângulo da Ramalha, escolheu a Solução 5?
Se agora a não adopta no terreno, apenas e tão só por exigência de um conjunto de edis cujas competências nestas matérias se desconhecem (e não têm como a Sra. Presidente afirmou publicamente num dos muitos Fóruns ditos de participação), não se torna indispensável indagar o porquê?
Afinal quem manda em Almada, os Almadenses ou os senhores que estavam na mesa da sessão pública de divulgação das 5 (cinco) soluções estudadas? Até o actual chefe de missão lá estava…
A solução que querem impor aos Almadenses, uma SEXTA SOLUÇÃO, foi discutida publicamente, quando, onde e por quem?O humilde cidadão anónimo autor deste comentário, não soube e ainda hoje não sabe quando e onde teve lugar tal "discussão ou sessão pública".
Teria sido em algum gabinete escuro da CMA?
Como ninguém deu qualquer explicação no 17.º Forum dito de participação do MST, o mesmo acontecendo na última assembleia municipal, e porque o Sr. Presidente da AM afirmou que ainda não tinham sido disponibilizados quaisquer terrenos do domínio público municipal (Ruas de Lopes de Mendonça e de José Justino Lopes), para as obras do metro, ouso perguntar mais uma vez:
Quem anda a fazer figura de palhaço (sem querer minimamente beliscar os dignos profissionais deste ofício)?
- Os munícipes que apresentam as suas ideias e propostas publicamente, ou - Os responsáveis autárquicos que "ignoram" que os empreiteiros já estão a executar no terreno uma solução que pode inviabilizar o cumprimento da despacho da Secretária de Estado (vejam-se as obras junto ao monumento do trabalho…)?
Para que servem os serviços de "fiscalização / acompanhamento da obra pelos (in)competentes serviços e técnicos da CMA?Não haverá ninguém “bem informado” da CMA que tenha um pouco de lealdade, para não fazerem dos moradores afectados e dos demais participantes nos Foruns e nas AM os tais palhaços a que me referi anteriormente?
Por favor tenham vergonha, porque, das duas uma: Ou não sabem o que dizem ou não dizem o que sabem, sendo certo que qualquer destas posições, quando assumida por um eleito (presidente de uma qualquer AM ou CM), é muito grave e a história nunca lhes perdoará (e nós também não…) ". Julho 01, 2007 8:51 PM

6 comentários:

Papoila disse...

A "solução 6" que está a ser implementada só visa ir de encontro a uma teimosia da Sr. Dª de Almada...Porque não beneficia em nada os cidadãos desta cidade, prejudica os moradores das ruas Lopes Mendonça e José Justino Lopes. Os argumentos apresentados pela autarquia não se justificam.

blue eyes disse...

Quem conhece a presidente da Câmara que não é Dra. mas isso não interessa nada, sabe que a sua opinião prevalecerá sempre a bem da sua teimosia salpicada por alguns interesses. Ou será ao contrário? (mais interesses que teimosia)
Quer lá saber a presidente e seus acólitos (um deles pira-se hoje do executivo) dos reais interesses de Almada e dos seus habitantes?!?!?!
Manda quem pode obedece quem não tem outro remédio.
Daqui a uns anitos, Almada parece uma coisa triste e sem conteúdo com um besidróglio eléctrico a passear pelas entranhas da cidade.

Custa admitir este estado de coisas mas, infelizmente não se vê outro cenário.

Anónimo disse...

De há uns anos para cá Almada está a sofrer assaltos contínuos perante a indiferença dos almadenses e a passividade comodista da oposição política.
Acordem.

Anónimo disse...

Volto para dizer que considero a oposição cúmplice dos erros que são feitos em nome de uma hipotética democracia e dos atrasos que Almada sofre.
Os senhores da oposição embarcaram nesta de um metro de superfície convecidos que estavam a fazer uma grande coisa.
São capazes de viajar pelas cidades da Europa e não tiveram suficiente tino para ver o que há por lá e comparar.
Permitir uma ferrovia no centro de Almada só de pessoas distraídas
Entraram no vocabulário demagogo da presidente da câmara só para a fotografia, pensando que era a cores, mas estão tramados porque ela só lhes permite fotografias a preto e branco, enquanto o futuro de Almada é nebuloso e negro.

José disse...

De acordo com o que o anónimo disse, ou seja a culpa não será só do PCP, mas de todas as forças politicas que embarcaram alegremente neste desmando.
Quando já não houver remédio, e já não há, lá estarão todos a deitar culpas para cima uns dos outros.
Pelo sim pelo não, o PCP está com um pé dentro e outro fora. Quero eu dizer que a defesa que fazem da "traquitana" roça a gargalhada, mas ao mesmo tempo vão dando corda a quem está a ser prejudicado. Veja-se uma entrevista num jornal gratuito , com um representante dos comerciantes que diz, que coitada da CMA é uma vitima e que o grande culpado deste imbróglio é o Governo.
Não há pachorra para aturar esta gentinha...

Anónimo disse...

É verdade a lista das pessoas sem vergonha e com problemas de memória aumenta ou seja a lavagem ao cérebro está a funcionar.
Esse senhor que fala no dito jornal, que não publica as vozes dos que se opõem ao comboio, na reunião dos comerciantes do passado dia 24 de Maio nos BVCacilhas teve outro discurso.
No fórum MST do dia 18Junho, já tinha mudado de opinião e pedia batatinhas à dona Emília, agora vem desculpabilizar a cãmara de Almada e a presidenta.
Que mudança de opinião!
Que se passou de extraordinário entre esse senhor e a Câmara/Presidenta?